Idiossincrasias da Selfie

– Sr. McCurry, obrigado por ter vindo ao instituto nacional de fotografia.

– Sem problemas, Sr. Solano. O senhor queria me ver?

– Vou ser direto ao ponto, Sr. McCurry. Nós recebemos uma denúncia muito preocupante sobre o senhor.

– O que foi denunciado?

– Que o senhor não acredita em selfies.

– Acreditar? Bem, eu realmente não gosto de selfies.

– Você compreende a gravidade da situação?

– Gravidade? Como assim?

– Você é um de nossos mais prestigiados fotógrafos, sr. McCurry. É inconcebível que um fótografo associado ao maior instituto de fotografia do mundo não acredite em selfies.

– Como assim, acreditar? Eu não estou entendendo. Eu apenas prefiro tirar fotos da natureza e das pessoas e não de mim mesmo.

– Estou vendo que o caso realmente é sério, exatamente como nos foi reportado.

– Com licença, sr. Solano. Eu não estou entendo.

– O que você não entende, rapaz? Seu futuro e integridade como fotógrafo está em jogo. Você acha que pode continuar trabalhando conosco depois de revelar um fato tão absurdo como esse?

– O que??

– Como pode um fotógrafo bem instruído e inteligente negar o uso de selfies??

– Mas qual o problema com o fato de eu não gostar de tirar selfies??

– Então você cegamente defende a sua fé anti-selfística? É isso?

– Fé??

– Já foi comprovado cientificamente que selfies são a evolução da fotografia. Os registros de negativo do passado confirmam que o processo darregueótipo foi criado exclusivamente para que possamos tirar fotos de nós mesmos – SELFIES!

– E o senhor me diz que eu não posso continuar sendo um fotógrafo se eu não começar a tirar selfies?

– Bem, nenhum instituto de respeito o reconheceria como tal. Ninguém o contrataria. O senhor corre o risco de se tornar um pária do mundo fotográfico, se já não o é.

– Com todo o respeito, sr. Solano. O tipo de fotografia que eu gosto ou não gosto é problema meu. Um gosto pessoal.

-Não. É uma afronta à própria câmera, profissão e arte fotográfica!

-Eu não tenho mais tempo pra discutir um gosto pessoal com o senhor, sr. Solano. Com licença…

-Você não tem permissão para ir embora ainda! Sente-se! Sr. McCurry, perdão pela minha falta de modos. Eu o chamei aqui justamente porque respeitamos muito o senhor e por isso queremos abrir sua mente para a verdade da fotografia.

– Minha mente já está bem aberta e achando essa conversa uma perda de tempo.

– Ora, vamos lá sr. McCurry. Raciocine comigo. Antes da fotografia, qual era o tipo de pintura que quase todos os artistas tinham em comum? o auto-retrato! Desde aquela época, a verdade sobre selfies já existia e era amplamente aceita e venerada! Como é que o senhor, uma pessoa que recebeu excelente educação, pode dizer que não acredita em selfies?

– Exatamente qual o objetivo dessa conversa, sr. Solano?

– Ora, que você finalmente enxergue a verdade e passe a aceitar as selfies.

– EU-NÃO-QUERO-TIRAR-SELFIES.

– Mas sr. McCurry. Selfies são o ápice da expressão na fotografia. Não existe nada mais belo para ser capturado por uma lente do que uma selfie.

– Eu prefiro tirar fotos dos outros.

– Mas quanto absurdo! O senhor está me dizendo, em sã consciência de que uma foto de um animal exótico no fundo do mar é mais valiosa do que uma selfie no elevador? Que uma foto das ruínas de uma civilização antiga é mais importante do que uma selfie no banheiro?

– Sim.

– Mas isso é completamente ilógico, sr. McCurry. Como é possível defender seu desgosto por selfies assim? Nenhuma pessoa com um mínimo de educação secular poderia levá-lo a sério.

– Com licença…

– Ora, vamos lá, estou dando uma chance a você! Me dê um motivo para provar sua aversão à selfies.

– Selfies são um produto do narcisismo e egoísmo humano.

– Ah, quanta baboseira! Você leu isso aonde, num site apóstata? Eles também pregavam que as fotos tem que captar um momento espontaneo e natural? sr. McCurry, eu pedi um argumento de verdade.

– Esse é o meu argumento e eu não li ele em lugar nenhum.

– Então você ainda tem muito o que ler e pesquisar, quem sabe se o senhor visitar nossa biblioteca e pesquisar sobre o tema…

– Sr. Solano, se eu sou forçado a gostar de selfies para ser quem eu sou, então eu peço demissão. Adeus.

– Sr. McCurry!! Espere um instante!

– O que o senhor quer agora??

– Antes do senhor ir… Vamos tirar uma selfie!

Anúncios

Um comentário sobre “Idiossincrasias da Selfie

  1. Amei seu post! É inteligente e divertido. E concordo que a temática por trás da modinha das selfies é a expansão e aceitação do narcisismo e do comportamento egocêntrico, embora eu não tenha nada contra a selfie em si. Pra falar a verdade, há tempo pra tudo: fotos podem ser recordações agradáveis, mas quando não se consegue aproveitar os momentos ou conversar com alguém por estar sempre sendo interrompido pra tirar fotos é muito chato.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s